quarta-feira, 1 de junho de 2011





REDUÇÃO DE DANOS(como estratégia para tratamento)



“redução” envolve ato ou efeito de reduzir e “danos” prejuizo .

A redução de danos, conhecida pela sigla RD, pode ser considerada um modelo, uma abordagem ou uma perspectiva, e é utilizada para proporcionar uma reflexão ampliada sobre a possibilidade de diminuir danos relacionados a alguma prática que cause ou possa causar danos. Valoriza e põe em ação estratégias de proteção, cuidado e auto-cuidado, possibilitando mudança de atitude frente à situações de risco .

A RD constitui uma estratégia de abordagem dos problemas com as drogas, que não necessariamente estar ligado na intervenção do uso de substancias psicoativas ditas “licitas ou ilicitas”, buscando assim a inclusão social e cidadania para os usuarios de drogas.Visando formular práticas que diminuem os danos para aqueles que usam drogas e para os grupos sociais com que convivem.

Então redução de danos incentiva ao uso de drogas?

Não. O objetivo da política RD é a erradicação do uso da droga ilícita, mas a minimização do seu dano, ou seja, a redução da demanda através da integração social dos usuários de drogas.

No Brasil a RD tem deparado com respectiva dificuldade a buscarem conquistar a simpatia da sociedade e o apoio dos governos. No qual baseiam seu discurso na necessidade de se conter o avanço de doenças como a AIDS e a hepatite, diversas ONGs têm realizado ações concernentes a essa filosofia, distribuindo seringas nas ruas, editando jornais, promovendo encontros, seminários e capacitações.

No entanto, a RD busca a minimização de possíveis conseqüências adversas em relação ao consumo do tabaco, visando reduzir o numero de cigarros, não usar os “baixos teores” que levam ao consumo de maior numero de cigarros para obter a mesma satisfação. Já no caso da cocaína a redução de danos visa, que o usuário beba água, use equipamento próprio seja para cheirar ou para se injetar (seringas só individuais e limpas, fracionar as doses, lave as mãos antes de preparar doses injetáveis, e injete lentamente para avaliar o efeito). Para o crack não é diferente, a redução de danos visa que o usuário beba muito líquido, use cachimbo individual e com filtro, reserve tempo para dormir e comer.

Em síntese a RD visa reduzir os danos causados pelo consumo de drogas lícitas ou ilícitas.


Referências
http://www.braha.org/pt/informacoes-interessantes/191

Um comentário:

  1. Poderiam ter utilizado referências mais acadêmicas, meninas!

    ResponderExcluir